FINALISTAS

A Pedra e o Farol
— Luciano Burin, BR.
O documentário aborda as relações do homem com o tempo, a memória, e suas paisagens afetivas, a partir da ligação entre o Farol de Santa Marta e a Pedra do Campo Bom, no litoral sul de Santa Catarina.

Acqua
— Camila Proto, BR.
Uma mulher, um desejo e um oceano de possibilidades. Três histórias, três mortes lentas. Quem poderá se salvar? Se salvar do próprio medo de existir? O curta-metragem Acqua conta a história e os conflitos que se geram a partir do choque entre duas atmosferas: a do homem e a da água; uma grande metáfora para um tamanho enorme de águas.

Adapt Your Mind
— Thiago Theo, BR.
O filme se passa no Havaí durante o mês de agosto de 2016 e traz o surf como ferramenta de inclusão social e agente transformador na vida dos personagens. Mostra ainda de que forma o mar pode atuar como elemento de igualdade e na conexão entre corpo, mente, autoconhecimento e contato direto do homem com a natureza.

Adrift
— Richard Sutcliffe & Tobias Ilsanker, PT.
A calling for the Wild is ever constant, the Lure of Adventure is ever present. Sometimes in Life we need to feel we are Adrift.

Alê
— Olavo Winckler Kuhn, BR.
Alê é o último manifesto de Alex Chacon como surfista profissional.

ASYM
— Rafael Roma, BR.
O surfista Binho Nunes vem buscando saldar suas satisfações com algo novo a todo momento. Em um de seus experimentos acabou encontrando nas pranchas assimétricas (Zzhood) algo fascinante.

BackWash Oceânico
— Rodrigo Calazans & Mateus Werneck, BR.
Dávio Figueiredo, o filho de Dadá, está instigado para a sua segunda temporada havaiana. O vídeo mostra a preparação de Dávio, no Rio de Janeiro, fazendo miséria em tudo quanto é tipo de mar. Bom ou ruim, para ele tanto faz. E, como “filho de peixe, peixinho é!”, a trilha sonora do curta é regada a punk rock.

Beauty & Chaos
— James Skerritt, Índia & Indonésia .
A surf film following Irish surfer Conor Maguire as he travels through the monsoon soaked colours of India and the lush landscapes of Indonesia. Documenting the places and faces he meets along the way.

Being There
— Lea Brassy, Islândia.
French polar explorer Vincent Colliard and surfer Léa Brassy go on a lovers adventure combining both of their passions for Mountain and Ocean. Being There tells the story of their preparations and their week of expedition, 40 miles of skiing self-supported across a snowy valley of Northern Iceland in search for remote waves to surf. As we follow them skiing and surfing at the end of the Arctic winter, we get an insight of their emotions and the purpose of their adventurous lifestyle.

Better Days
— Bruno Tessari, Brasil.
Altos e baixos da carreira do atleta Alejo Muniz, seu precoce retorno ao tour. A lesão que o afastou do esporte por 6 meses e sua volta na Austrália.

Blue Dreams
— Kako Lopes, BR.
Blue Dreams _Indo 2016 conta a jornada de videomaker Kako Lopes viajando algumas ilhas da Indonésia com alguns dos melhores surfistas brasileiros.

Buena Onda - Encontrando Puerto Escondido
— Alex Greenman & Fellipe Miné, BR.

Com Amor, Yago
— Gabriel Novis, BR.
At the age of 19, Yago Dora is one of the most prominent surfers in Brazil.

Dream Catchers
— Luke Thorpe, Brasil & Nicarágua .
Essencial é uma coleção de memórias de uma temporada de quase 3 meses do freesurfer Petterson Thomaz na Indonésia. O nome do filme surgiu a partir dos lugares essenciais para se treinar na Indonésia, segundo Petterson. Sumbawa, Lombok e Bali. Locais onde foram gravadas as imagens desse vídeo.

Essencial
— Petterson Thomaz, BR.

Estrada Extrema
— Nelson Pinto, BR.
O curta relata uma Jornada do casal Marcela Witt e Nelson Pinto pela América do Sul, buscando ondas, ventos e lugares incríveis a bordo de uma Defender ano 97.

Evolução
— Thiago Rausch, BR.
Uma das ondas mais temidas do mundo. Um surfista inexperiente. Uma trajetória onde os reais valores da vida levam seu protagonista a viver a verdadeira evolução.

Faith Filipe Toledo
— Bruno Tessari, BR.
Um pouco sobre o que o atleta Filipe Toledo viveu em seu último ano e suas impressões sobre o começo de tudo.

Flashes of a Dream
— Marcos Machado, BR.
Vamos supor que você fosse capaz de sonhar todas as noites com o que quisesse. Naturalmente você iria satisfazer todos os seus desejos. Você teria todo o tipo de prazer e depois de várias noites você perceberia que a experiência era realmente incrível. Mas imagine que logo após esse estágio, venha um sonho que não está sob seu controle. E isso passasse a se repetir. Certamente, você ficaria mais aventureiro e faria mais apostas sobre o seus próximos sonhos. Nesse momento, você finalmente sonharia com o lugar onde você está agora.

Hábito - Lagoa do Sal
— Daniel Nec, BR.
Um dia do swell entrando em Lagoa do sal acompanhado de frases de Simone Weill.

Hácáomar
— Raphael Tognini & Carolina Bridi, BR.
Há quem passe sem ouvir o som da própria respiração. Mas há quem não consiga viver sem prender o ar e se entregar. Para estes, imenso, há cá o mar.

HD Externo
— Pedro Fortes, BR.
Para os filmmakers, os HDs externos acumulam imagens que às vezes ficam esperando um destino final. Nada melhor que selecionar essas imagens e juntá-las em um filme com os melhores momentos.

Histórias do Surfe Feminino
— Renê Luiz Baldissera & Gabriela Damaceno, BR.
Quem vive o surfe sempre tem uma história para contar. Momentos de perrengues, superstições ou superação de desafios não faltam. Em uma sessão na Praia Mole, em Florianópolis, as atletas Chantalla Furlanetto, Jacqueline Silva e Marina Rezende contam algumas histórias do surfe feminino que ficaram na memória.

Inna Di Caribbean
— Arthur Bourbon, FR.
A surf movie documenting the winter peregrinations of Arthur through the lesser Antilles Islands. Arthur was born in Guadeloupe (French West indies), he left France mainland last winter to explore this pristine blue archipelago, meet local people and caribbean surf communities, trying to reconnect with his childhood roots. This short movie is an ode to travel. Arthur started his trip from his native island, passing through Dominica, Martinique and St. Lucia, to reach his final destination Barbados. On the rhythm of local music, you will discover the waves and the surfers of this amazing place called the caribbean.

Intervalo
— Ramon Miranda & Ruan Miranda Dl, BR.
Uma produção independente apresentando o surfista Allan Serrano e um pouco de seu dia a dia na zona oeste do Rio de Janeiro. Allan não surfa profissionalmente mas tenta estar todos os dias na água. Intervalo é o tempo para aqueles que amam o surf e trabalham.

Let's Be Frank
— Peter Hamblin, UK.
Frank James Solomon will let nothing get in the way of his dream of being a pro surfer. He battles waves, attacks problems head on and busts down barriers. His many complex facades are a source of intrigue for our narrator, an inquisitive aristocrat. Our conspirator guides us through mirrored worlds of fact and fiction, proposing wild theories and exposing a realm that lies somewhere between reality and what we are continuously told to believe. Let’s Be Frank draws together a cast of iconic surfers, including John John Florence, Jamie O’Brien and Pat O’Connell, with actors such as Cokey Falkow (Penny Dreadful) and Michael Redmond (Vikings), to tell a genre busting, multi-layered story of big wave hold downs, back street beat-downs and North Shore show-downs. Up-and-coming Director Peter Hamblin has produced a trademark visual feast combining stunning cinematography with a fast-paced, edgy storyline. Juxtaposing a stylized 50’s colour palette with the crisp clarity of the coastal landscapes from South Africa’s Cape Town to a Mexican Pipeline, the gnarly North Shore of Hawaii to the Irish seaside resort of Bundoran, this feature film takes you on a journey across the globe and to the edge of reality. Featuring an original score by three-time Grammy Award winner and surfer Ben Harper, with Jesse Ingalls & Jason Mozersky, Let’s Be Frank is an immersive experience navigating through the perceived worlds of one of the world’s most respected chargers on the planet. Frank Solomon is not your average surfer, and this is not your average surf film.

Lunar
— Luca Merli Art, ITA.
Onde Nostre in collaboration with Seea present Leah Dawson sliding, singing and performing in Lunar.

Má Frend!!!
— Pablo Aguiar, BR.
Um curta metragem retratando Ícaro Ronchi surfando as melhores ondas de Mentawai.

Madrugs
— Ian Medeiros & Rafael Alves, BR.
Escolhas que tomamos e acontecimentos durante a vida nos levam a caminhos que nem sempre se parecem com aquele que sonhávamos quando crianças. Muitas vezes acabamos com frustrações que nos impedem de seguir em frente ou limitam tudo que produzimos. Na constante busca por encontrar uma harmonia na realidade que se faz presente. Encontramos um momento entre a noite e o dia em que nossas frustrações deram lugar aos nossos sonhos. O filme apresenta um pouco do surf na Região dos Lagos, Rio de Janeiro, onde foi gravado. Acompanhando as sagas matinais dos surfistas amadores Rafael Alves e Ian Medeiros.

Mares del Sur
— Ixa Llambías & Cristian Merello, CHI.

Maresias Crew
— Rodrigo Araujo Cruz, BR.
Os melhores momentos de mais um ano do canal maresias crew, direto do north shore paulista.

Meninos de Sal
— Lorena Montenegro Morhy, BR.
Batista é um destes meninos que o mar ajuda a sonhar. Fonte de renda e também de alegria, as ondas de Galinhos (RN) - vilarejo de pescadores escondido entre as dunas - representam uma das poucas oportunidades pra quem vive com tão pouco e distante da civilização. Acostumado a dividir uma mesma prancha quebrada com seus dois melhores amigos, Batista é o personagem principal do curta Meninos de Sal, parte de um projeto social que doou 10 pranchas e acessórios à este pequeno vilarejo no nordeste do Brasil no último Dia das Crianças.

Metal Neck 2 The Bangover
— Matt Tromberg & Andrew Doheny, US.
Metal Neck 2 The Bangover. Surf movie starring Andrew Doheny, Christian Fletcher, Colin Moran, Creed McTaggart, Beau Foster, Noa Deane, Alex Knost, Ford Archbold, Ozzie Wright, Metal Jimmy. Film/Edit Matt Tromberg. Sorry Dan Foote! Forgot to mention you in additional footage. Thanks for Watching.

Novos Horizontes
— Gabriel Alho, BR.
Filme realizado exclusivamente com imagens aéreas que registram a biodiversidade da flora brasileira e os esportes com prancha que têm contato com a natureza. A potência da força das águas das cachoeiras do Cerrado Brasileiro e as deslumbrantes praias da Zona Oeste da Cidade Maravilhosa. Nas bênçãos dos mares, personalidades do mundo do Surf como o campeão mundial de longboard Phil Rajzman e os surfistas Pedro Scooby, Alejo Muniz, Leandro Bastos e Ian Alho deslizam em ondas de diferentes tamanhos e cores. Já em terreno firme, entre montanhas, subidas e descidas, com o mesmo espírito aventureiro, com o mesmo desejo de superação e em um dos mais belos lugares do Brasil, a Chapada dos Veadeiros e Visconde de Mauá, os riders Luciano Pangella e Thiago Solon trazem uma perspectiva diferente de como se praticar esportes de prancha em contato com a natureza.

O Surfista da Monoquilha Vermelha
— Raphael Tognini & Carolina Bridi, BR.
O Surfista da Monoquilha Vermelha reflete sobre a desnecessária criação de estereótipos e os conflitos ideológicos entre os diferentes estilos de surf dentro e fora d’água. Com inspiração no clássico da Boca do Lixo - O Bandido da Luz Vermelha, o filme apresenta Andrew Serrano como um surfista que resolveu deixar o caminho livre para se divertir.

Ocean Hugg
— Joao Marcelo Exes, BR.

Olhando, porém não enxergando
— Daniel Dias, BR.
O filme apresenta uma perspectiva comum no dia a dia de muitos. Olhar e não enxergar. Pessoas preenchendo suas vidas na barra de rolamento de seus smartfones.

Opportunity
— Gibus de Soultrait, FR.
Two surfers are camping on a cliff above waves in a beautiful landscape. They go on their skateboards to the gas station of the nearby highway to buy food and get a coffee, and there they met a girl plus others characters. The films is about the beauty of place (who,once, was planned to be a nuclear center) in opposition with the highway atmosphere. The film mixes humor, poetry, surfing life style, characters and surfing in two parts: the first one is more narrative and expressive. The second one is more diversified with great footages of surfing. A singular movie full of surprises but pleasant to watch.

Pedal & Parafina
— Mysessionline, BR.
Uma jornada do surfista Marcos Correa em busca de seus sonhos e de uma vaga na elite mundial de surf. O filme mostra que através de força de vontade e determinação é possível alcançar seus objetivos.

Peninsula Mitre
— Julian Azulay & Joaquin Azulay, ARG.
Los hermanos Gauchos del Mar realizan una expedición inédita a pie con 35kgs en sus mochilas, durante 53 días por la punta más al Este de Tierra del Fuego, un área virgen donde no vive nadie. Se plantean como objetivo llegar a surfear una ola de clase mundial en el Faro del Cabo San Diego, el punto más oriental. Para llegar allí tienen que superar terrenos muy duros, escasez de comida y un clima hostil. Sin comunicación, documentan la región para compartir su mensaje ambiental, dejando de lado el consumismo y acercándonos a una forma sencilla de vivir para proteger Península Mitre para siempre!

Sabotagem
— Igor Foerster, BR.
A história se passa na manhã do dia 25 de setembro de 2013 na cidade de São Francisco que acorda sobre uma densa fumaça de nitrato de amônio e cloreto de potássio. Causando uma enorme intoxicação em centenas de pessoas, grande parte dos moradores são obrigados a deixar a cidade. Um remanescente do desastre corre em meio a fumaça para as entranhas da praia, fugindo da serpente de fumaça em busca de respostas de um xamã. Encontrando o guia, ele tem a certeza que o fim está próximo. As sabotagens já foram plantadas.

SACA
— Julio Adler, PT.
Surfista profissional mais aclamado de Portugal revisita os altos e baixos de sua carreira através das palavras de colegas, familiares, amigos e rivais, enquanto refletia sobre poder de influência de um único atleta, as contradições de uma carreira que chega ao fim e como ser um campeão nem sempre é apenas sobre a vitória.

Shore
— Pedro Fortes, BR.
Everybody knows the famous Copacabana Beach in Rio de Janeiro. But only a few knows about this treasure. Here`s a couple footage of some empty waves over there. Enjoy mindsurfing it!

SMPLSMENTE
— Hadas Haddas, BR.
A doze anos o Beto trocou a vida da cidade pela tranquilidade das montanhas. Trocou o carro pela trilha e o luxo pela simplicidade. Há cinco anos ele mora em seu acampamento em total contato com a natureza, renunciando o conforto em busca de liberdade.

Sorria
— Gabriel Novis, BR.
Um filme que vai te fazer querer mostrar os dentes para o seus amigos.

Still Alive
— Zanin Bruno, BR.
Yuri Gonçalves e um dos mais talentosos surfistas da nova geração, depois de um bom tempo sem patrocínio e motivação, Ele ganha uma nova oportunidade e vai para indonésia fazer o que sabe de melhor, surfar.

Stonehead
— Kohl Christensen, US.
A crew of big wave riders hear about a legendary wave through a friend that met 'the Nomad' in his travels. They see a swell lining up during El Niño and decide to journey by sailboat to see if it is real. It's a story of adventure and dreams.

Surf N`Turf
— Kaléu Wildner, US.
Surf n' Turf é o estilo de vida do surfista.

Surfer's Blood
— Patrick Trefz, US.

Surfing Cold Waters
— Carlos Chaves, BR.
Durante o verão, as águas do norte da Califórnia continuam geladas. O vídeo foi filmado em um dos picos mais clássicos da Baía de Monterey: Steamer Lane, antigo palco do QS.

Tábua Santista
— Junior Faria, BR.
Em meados de 1935, os irmãos Thomas e Margot Rittscher foram as primeiras pessoas da história a deslizarem sobre ondas brasileiras. O surfe só começou no País porque Thomas leu uma matéria em uma revista americana sobre uma tal 'Hollow Hawaiian Surfboard', e ficou tão apaixonado pela fotos de Tom Blake que decidiu construí-la com suas próprias mãos. Exatamente 80 anos depois, em 2015, três surfistas de Santos desvendam essa história e reconstroem uma réplica fiel da primeira prancha de surfe moderna usada no Brasil. 'Tábua Santista' conta a história do início do surfe brasileiro através da sua maior protagonista: a primeira prancha de surfe do Brasil.

The Accord
— RC Cone, ISL.
The reality of growing up a surfer in Iceland is different from anywhere else in the world. It’s a harsh place. There are no surf shops, guidebooks or webcams. But being so far removed from the hustle and bustle of the known surf world hardens Iceland’s surfers to confront the issue they all must face: the North Atlantic wind. Follow Heiðar Logi Elíasson on his journey through Iceland searching for that rare, yet significant, compromise that brings both Icelandic surfers and the North Atlantic wind to the table. The Accord’s world premiere will be at the Telluride Mountainfilm Festival May 28. Go to theaccordfilm.com for more information.

The More Things Change
— Nathan Myers, US.
Gerry Lopez first surfed Uluwatu in 1974. The fabled Balinese wave was pristine, magical, and Hey Jed yoga, however, Gerry tapped into a spirit of place that will endure.

The Smiling Bag
— Dion Agius, US & AUS .

THE ZONE surf movie
— Jack Coleman, US.
Welcome to an alternate surfing dimension. One where creativity and imagination are boundless, and the vicissitudes of life pale in comparison to the utter joy of experiencing the moment. Where surfers entwine with their environment, to create, and express themselves, in a place called THE ZONE. Shot over a two-year time period throughout Australia, South Africa, Costa Rica, Mexico, Hawaii, and California.

Um Filme de Surfe
— Bruno Zanin, BR.
1 ilha. 1 terremoto. 1 kingtide. 1 barco afundado. 20kg de comida perdidos. 3 surfistas. 7 dias dormindo em barracas. 4 dias de maral e tempestades. 34 bintangs. 298 águas de côco consumidas. Um filme de Surfe. Essa é uma história clichê, sobre um grupo de amigos que sonhava em encontrar uma onda perfeita e sozinha, em uma ilha deserta, rodeada por coqueiros e areia branca. Porém, para encontrarem a tal terra do nunca, a vida ensinou-lhes algumas regras básicas para descobrirem como alcançar o sonho.

Um Sonho Real
— Gabriel Saudades, BR.
Surf e sonho tem uma ligação muito forte, afinal todo surfista sonha com a onda perfeita. A propósito, você já surfou a onda dos sonhos? Aquela que não sai da sua cabeça desde os tempos de escola, quando ainda desenhava diariamente aqueles tubos perfeitos nas suas folhas de caderno. O filme mostra uma história comum entre os surfistas sonhadores que vivem distantes do mar. Trabalham, estudam e administram diariamente essa rotina cansativa de morar na babilônia. Estes tipos de surfistas levam consigo a constante vontade de estar em contato com a água salgada, viajar, conhecer novos lugares e principalmente surfar algumas das melhores ondas do mundo. Eles imaginam diariamente o quão perfeito serão estes momentos, e acreditam fortemente no poder de sonhar e realizar. Sabem que, se persistirem com foco e determinação, conseguem trazer para o físico a sua mais instigante imaginação. Acreditar em seus sonhos é sair do comodismo e ir atrás. Arriscar para finalmente viver aquele momento. Afinal como diz o ditado: “Tudo o que um sonho precisa para ser realizado é alguém que acredite que ele possa ser realizado.” Por isso, jamais desista de algo que você não consiga ficar um dia sem pensar a respeito. E bons sonhos, sonhador I Dan mimpi manis, melamun!

Voyage of Swell
— Liz Clark & Teva Perrone, US.
Liz Clark left California aboard her 40-ft sailboat, Swell, in 2006 and has sailed the Pacific ever since exploring for remote waves, learning from foreign cultures, living simply, and seeking both personal truth and solutions to global environmental issues. Steer with Your Heart shares the story of Liz's voyage and hopes to inspire people to live their passions and reconnect with nature and our inherent Oneness.

Waveform
— Stefan Nadelman, US.
A short study on the ubiquity of waveforms within the process of surfing.

White Waves
— Inka Reichert, ES.
Surfers fighting against unseen pollution in the sea Suddenly a couple of small plastic rings appear on the beach of Guéthary along the west coast of France. Every day there are more and more, hundreds of thousands. François Verdet rides the waves of this beach all year long. He is shocked. The surfer sees these little plastic things for the first time in his life. Where do they come from? François cannot sleep until he finds out their origin… Litter, wastewater, industrial products and chemicals - it is all ending up in the sea. This is often happening without anybody hearing anything about it. But there are some people that observe and feel the pollution day by day with their own body: surfers. As soon as there is some swell they grab their board and ride the waves, in winter and summer. Water is their life. And they want to protect it. Their love of nature and the water gives them the strength to go out, investigate and search for the source of the pollution. They start talking to people who were involved, to politicians and to the industry. They even initiate scientific studies in the sea and in rivers. If necessary they go to court. They want to surf White Waves again. The team of White Waves traveled for two years along the beaches of Europe to meet those surfers and reveal widely unknown cases of pollution - from millions of small plastic wheels to pathogenic bacteria in the sea.

Mucho gusto
— Mark Daniel, BR.
Muitos conhecem Marco Giorgi. Pouquíssimos conhecem o Uruguay. Marco, que mora no Brasil desde a adolescência, é o único representante Uruguaio no circuito mundial. Mucho Gusto tenta retratar e mostrar a relação de Marco com o lugar onde cresceu e que o influenciou a ter essa personalidade calma e tranquila que possui.

A Obra da Minha Vida
— Guilhermo Ribeiro , BR.
Um mini-documentário sobre Anselmo Arruda e a Caverna House. Um projeto em que ele transformou suas memórias em picos skatáveis dentro da própria casa. 'Derrubando paredes,fazendo fogo para iluminar a casa agora vazia. Sem pessoas,sem móveis e horários, apenas possibilidades de skateboard. Memórias que viraram cinzas e transições, explorando a solidão e espaços vazios.'

All Day All Night
— Del Hooligans Collective, BR.
“All Day All Night” is a short documentary featuring legendary rapper Del the Funky Homosapien (Gorillaz, Deltron 3030, Hieroglyphics). We met in São Paulo in a skateboarding session where he talked about his struggle to improve his flatground ollie and music. The film builds a parallel between his thoughts and the chaotic urban aesthetic of São Paulo. Those images came from the b-rolls of the upcoming documentary “Concrete Poetry” that narrates the birth of São Paulo underground hip-hop movement set to be realised in 2017.

Anonymous Zone
— Kai Neville , USA.
Well, we did it. We made it to a new country to skateboard and make a film about it. This time in Japan, and with great guides Rip Zinger and Arto Saari and skaters Ishod Wair, Peter Ramondetta, Raven Tershy and Kevin Terpening. We dodged relentless security guards, got very lost in translation, went to three different cities on bullet trains and in vans and ripped across all the country, in all kinds of terrain and we made this: Anonymous Zone, a new clip directed by Kai Neville.

Ao Quadrado
— Fernando Gomes , BR.
Lançado em julho/2016, 'Ao quadrado' é o video de apresentação da marca de rodas Triangular que mostra os quatro skatistas do time manobrando juntos nas ruas de Salvador, com imagens captadas por Felipe Oliveira e Fernando Gomes e edição feita por Alan dos Anjos. Esse registro contou ainda com a trilhasonora exclusiva desenvolvida pelo músico Pedro Leonelli.

Asco - São Paulo
— Hernando Ramirez , ARG.
Skate Video filmed entirely on VHS in the city of São Paulo.

Beat to Beat - Dhiego Correa
— Marlon D. Oliveira , BR.
Trabalhar com o que se ama talvez seja a maior busca das pessoas no mundo pós-moderno. Dhiego Correa encontrou isto duas vezes em sua vida. A primeira vez foi como skatista, de uma forma natural e evolutiva, com paixão e diversão. A segunda vez foi como DJ, o que mudou sua perspectiva nas festas de Porto Alegre - onde antes ele só curtia na pista de dança, passou a comandar a vibe. E isso fez ele se apaixonar pela nova profissão, de uma forma similar ao que aconteceu anteriormente com o skate.

Beyond Journal
— Ville Leppänen & Juho Haapala , FIN.
2 Year audiovisual project with the Beyond skateshop team riders. Soundtrack is made by Local artist called WANHA just for this movie and there is an LP-release too called 'Beyond Journal' by WANHA.

Boulevard - Quinto
— Danny Montoya , USA & BR .
A marca de skate Boulevard passou os últimos 3 anos coletando imagens de seus skatistas ao redor do mundo, para um vídeo de skate curto e direto. Focado em 5 skatistas, 4 deles brasileiros e 1 espanhol o vídeo é inspirado nas produções de skate clássicas dos anos 90.

Confort In Chaos
— André Viana Campos , BR.
Marcelo Fidelis é skatista e cozinheiro. Passa boa parte de seu dia a dia trabalhando na cozinha, vive uma rotina intensa e exaustiva. Além disso, aproveita ao máximo as horas livres para produzir pinturas e esculturas, e também andar de skate. Após um grave incidente, ele passa por um período de profunda reflexão e regressa, em busca de relações mais simples em sua vida. Podemos aqui acompanhar um pouco da trajetória de Marcelo, em seu dia a dia conturbado, na tentativa de estabelecer uma relação entre as performances: no skate, nas artes plásticas e na cozinha.

Contraponto
— Chores Rodriguez, BR.
Espaços vazios, silenciosos, estáticos fazem contraponto ao som e movimento da ocupação feita pelos skatistas. Estes permeiam as cenas como forma de questionar o enfraquecimento das experiências urbanas. Os centros urbanos, consolidados e belos, se mostram esvaziados do seu sentido e os sons e movimentos de fundo despertam as lembranças e o imaginário de um passado ativo e também um desejo de que esses espaços sejam redescobertos, reocupados e reconectados a uma nova dinâmica. O skatista surge como um espírito nômade para reinterpretar e se apropriar desse espaço subutilizado, dando novos significados aos elementos e espaços urbanos e criando um novo som para ser incorporado à cidade. É lançada a reflexão sobre qual o seu papel na cidade? Qual a sua experiência urbana? Qual o seu barulho?

Converse Cons Brasil | Nightlines
— Guilherme Guimarães , BR.
Desde sempre o skate é uma forma de expressão única para cada skatista. Cada um possui uma maneira diferente de enxergar os obstáculos do ambiente urbano, que muitas vezes só podem ser aproveitados à noite. Para afirmar esse pensamento, a equipe da Converse Cons Brasil​ apresenta o vídeo completo do projeto #NightlinesBr. Estrelando Felipe Oliveira, Renato Souza, Kauê Cossa, Biano Bianchin, Henrique Crobelatti e Daniel Crazy, com participações especiais de Victor Süssekind e Ademar Lucas.

Copenhagen
— Simon Weyhe , DK.
The short film is a promotion video for a non profit skateboard event we have going here in Copenhagen for the last 9 years and it has become one of the main skateboard event in the world of skateboarding. Copenhagen open the champagne of skateboarding. Monster sent Ishod Wair to Copenhagen, the best city in the world, to warm up the streets and canals for this year’s #CPHOPEN. One of the main reasons the skaters love Copenhagen and keep coming back is the city and its accessibility – you can go anywhere – by bike, board or boat. For the champagne of skateboarding. CPH OPEN 2016 contest, they’ve taken the skater-loved qualities of the city and created a unique format, where the contest will be moving from spot to spot on land and by sea.

Do Rio a Montevidéo
— Pedro Macedo, BR.
Uma viagem de 6 mil KM de moto e skate entre 3 amigos, da cidade do Rio de janeiro a Montevidéo, Uruguai.

Easy Like a Dagger
— Rafael Webber , BR.
'Easy like a Dagger' traz um skate overall, de raíz, que Biano Bianchin tinha vontade de mostrar e só agora teve a oportunidade. A edição conta com imagens captadas no Brasil e no Peru e múltiplas exposições incríveis. Uma valiosa obra para o skate brasileiro, oferecida pela Duelo Skate Shop.

Emma
— Phil Evans, SWE.
Emma is a experimental short film that is part skate video and part portrait of Swedish ripper Emma Fastession Lindgren.

Escapa to La
— Josh Stewart, USA.
In early 2016 a group of skaters from the Theories of Atlantis crew came together from NYC, San Francisco, Toronto and even France and gathered on the shores of Los Angeles to cruise the streets and capture footage for a new project. The result was a 3 week long filming expedition with Brendan Carroll, Ben Gore, Dustin Eggeling, John Baragwanath, Taylor Nawrocki, Leo Valls, Paul Shier, Joe Yates, Bryce Mandell and a gaggle of other shredders and friends. Capturing the classic surf vibe of old southern California, the 'Escape to LA' project is a combination of both video and 16mm film and portrays a classic California feel and texture while capturing some incredible skateboarding.

Eu Sou Assim
— Alan dos Anjos , BR.
'Eu sou assim' é um curta, de realização do projeto LOBO VC o video tem como objetivo mostrar o skate diversificado que o Skatista Luis Moschioni tem e também um pouco da forma com que o mesmo leva a vida, sempre entre amigos e visitando diversos spots. O filme foi capturado em Salvador-BA e São Paulo-SP.

Flanantes
— Murilo Romão, BR.
'Skatistas não precisam de mapas. Para que se localizar quando o melhor de uma sessão é a chance de se perder? Se perder nas manobras, se perder no tempo, se perder nas ruas. Sair pela cidade e, de maneira despretensiosa, encontrar um tesouro. Tesouro este que para muitos pode ser um lixo, algo desprezível, mas que se torna valioso sob as vontades dos skatistas, como um pico com demasiadas possibilidades. Por meio de seus impulsos eles ganham velocidades, observam situações, interagem com estranhos, entram em conflitos e, quando bem sucedidos, acertam suas manobras e dão vida aos espaços públicos. Em suas sagas pelas brechas da cidade eles estão simplesmente a flanar. E é inspirado na figura do flâneur, em apresentar os sujeitos que experimentam a cidade, é que o vídeo Flanantes foi criado. Murilo Romão, skatista profissional responsável pela produção, revela que 'o vídeo pretende apresentar as interações entre o corpo do skatista e os equipamentos urbanos que estão em constante mutação nas cidades, retratar o espírito libertário do skate nas ruas de São Paulo e Rio de Janeiro e, sobretudo, reconhecer o skate como uma prática urbana que carrega junto a sua transgressão vários outros significados positivos para cidade'. Linhas fluidas, manobras leves, situações engraçadas, embates iminentes. Entre transgressões e negociações, Flanantes é um vídeo que evidencia as controvérsias que permeiam os rolês dos skatistas pelas cidades. É um suspiro de que o skate underground ainda vive.' Giancarlo Machado

Formiga em Paris
— Alex Brandão , BR.
Foram semanas cruzando as históricas ruas revolucionárias da Cidade Luz tocando o terror ao seu modo, ou seja, manobrando sem parar. Marcelo Formiga tem um objetivo: dominar território! E sua única arma é um skate. A primeira vez do grande ídolo brasileiro Marcelo Formiga em Paris, possibilitada através do projeto Passaporte Hocks, onde os skatistas da marca são incentivados e recebem apoio da marca para explorar diferentes cantos do mundo manobrando.

Fourteen
— Pablo Marín, ES.
Produced during an 11 days visit to the bay, 'Fourteen' showcases the aesthetic, rhythm and vibe of the city of San Francisco.

Icon
— Stefan Baumgartner, AZE.
No Skateboarding? Not an option! Not for Vienna’s multi-talented skateboard star Philipp Schuster. With his ICON clip the young Austrian reminds us all of the essence of street skating – just in time for the 12th international Go Skateboarding Day: “Skateboarding is all about questioning prohibitions, breaking up established structures and putting them into a new creative context,” says Philipp Schuster. The ICON clip is the embodiment of that statement, as the 31-year-old breaks out of a life-sized No skateboarding sign, destroys it and then shreds it by every trick in the book.

Interiorano
— Edu Pessanha, BR.
A short film about the countryside of the southeast of Brazil and its correlation with skateboarding.

Jim Greco's The Way Out
— Jim Greco & Joey Sinko , USA.
A journey through the 11th and 12th year of Jim Greco's sobriety.

Local Express
— John Valenti, USA.
Local Express is a full length video by John Valenti.

Maioridade Profissional - Gian Naccarato Doc
— Plinio Higuti , BR.
Maioridade Profissional é documentário sobre a carreira do skatista profissional Gian Naccarato.

Movements
— Paul & Tom Botwid , SWE.
Skateboarding is usually very much tied

Never Skatebored
— Fred Mortagne, FR & BEL.
Skateboarding video part for Belgian skatebaorder Jarne Verbruggen.

Nicaragua
— Jacob Harris, NCA.
Jacob Harris shot Sylvain Tognelli, Remy Taveira and Mike Arnold on a trip with no proepr schedule to Nicaragua in association with Grey Magazine

Nobody is Equal to Anybody - Guilherme Trakinas
— Marlon D. Oliveira, BR.
Guilherme Trakinas não se importa com críticas e julgamentos de pessoas que pouco ou nada sabem sobre quanto as coisas foram e são difíceis em sua vida, afinal 'Ninguém é igual a Ninguém', como ele mesmo afirma. Este filme apresenta a sinceridade do skatista consigo mesmo e o seu estilo de vida, influenciado por sua história de vida.

Nosotros
— Fernando Akira & Enrico Porro, BR.
As imagens captadas são do maior grupo de skatistas brasileiros em Barcelona entre os anos de 2010, 2011 e 2012.

Out of Steppe
— Stephen Roe , UK & MGL.
Through Stephen Roe’s lens, a heterogeneous crew addresses the contrast of skateboarding from the infinite steppes to forgotten Mongolian towns, and incidentally discovers an urban blooming scene riding the saddle of a galloping Globalization.

Proper Stranger
— Jonayd Cherifi , FR.
Mix skateboarding and classic dance.

Putting The Tea In Team
— Stuart Smith, UK.
IN FEBRUARY 2016, LOVENSKATE AND CARHARTT WIP TOOK A TRIP TO INDIA, TRAVELING FROM BANGALORE, SOUTH TO KOVALAM, DRINKING TEA, GETTING RAD, AND A WHOLE HEAP OF MADNESS IN BETWEEN!

Rosebud
— Ludo Azémar, FR.
Rosebud is a short skateboard movie, dedicated to you.

Skate Não é Esporte
— Josimar Freire & Lucian Fernandes, BR.
'Skate não é Esporte' tem o intuito de reafirmar essa citação por meio das manifestações presentes no trabalho de Josimar Freire.

Skatetrip with my Mom
— Ckin, BR.
'Uma coisa que pouca gente sabe é que foi minha mãe que me ensinou a andar de skate, lá em 2009. Até que eu descobri a internet e o IAPI logo em seguida, mas enfim... vamos chamar isso de homenagem'. Skatetrip with my mom é uma lição em 'como tornar mais divertida uma viagem com a sua coroa'. É sobre rir de si mesmo, desencanar e curtir um rolê com sua mãe do lado. Por que não? É proibido proibir-se. Valorizem suas progenitoras. Filmado em Lisboa, Porto, Bilbao e Barcelona. Maio de 2015

Snapshot
— Phil Evans, SWE.
Snapshot is a tribute to analogue photography formats that shows a slice of the Malmö street skating scene

Sob a Aparente Desordem
— Murilo Romão, BR.
'Sob a aparente desordem da cidade tradicional, existe, nos lugares em que ela funciona a contento, uma ordem surpreendente que garante a manutenção da segurança e a liberdade. É uma ordem complexa. Sua essência é a complexidade do uso das calçadas, que traz consigo uma sucessão permanente de olhos. Essa ordem compõe-se de movimento e mudança, e, embora se trate de vida, não de arte, podemos chamá-la na fantasia, de forma artística da cidade e compara-la a dança. O balé da boa calçada urbana nunca se repete em outro lugar, e em qualquer lugar está sempre repleto de novas improvisações.'

Spirit Quest
— Colin Read, USA.
Spirit Quest. The new movie by Colin Read. A journey through nature, time, and space. *A movie in two connected 40-minute parts, with a 15 minute intermission in between.

Steps Into Redemption
— Guigo Foggiatto, USA.
O filme/documentário conta a historia trágica de old school skater, Harvey Hawks de Los Angeles. O lendário skatista dos anos 70, se perdeu nas drogas e no alcool, acabando na cadeia por quase 27 anos quando ainda era um adolescente. Fazem apenas 3 anos que Harvey saiu do presidio estadual e pela primeira vez, neste filme, ele conta de forma ''poética'' o que aconteceu no passado e como ele esta trabalhando para voltar a ter uma vida normal em meio a sociedade.

The Blackboard
— Marquis Bradshaw, USA.
'The Blackboard' documentary film was produced and directed by attorney/indie filmmaker Marquis Bradshaw. The film aims to challenge what it means to be black in America by examining the issue of acceptance within the black community through the lens of skateboarding culture. 'The Blackboard' stars prominent black pro skaters Jabari Pendleton, Karl Watson, and Ron Allen (one of the first black pro skaters and one of the first skaters to ever receive major corporate sponsorship). As it relates to pop culture, skateboarding among black people has only in recent years become socially acceptable, beginning with artists such as Lupe Fiasco and Pharrell Williams.

The Kazakhstan Triangle
— Patrik Wallner, HUN.
Kazakhstan is one of the 10 largest countries in the world, and within that list Kazakhstan will probably be the state you know least about – for a few reasons. Firstly, Central Asia is a very distant region from most of us, and is situated far from the current news agenda. Also, it is a young country which only became independent in 1991 after the collapse of the USSR. Underdeveloped tourism is another factor: Kazakhstan has started to open up recently, but it is still more difficult to travel around than many countries.

Tu Me Quemas
— Hernando Ramirez , AR.
Skate video filmed between Buenos Aires (Argentina) and Sao Paulo (Brazil).

Valley Of A Thousand Hills
— Jess Colquhoun, RSA.
The halcyon days of skateboarding are alive in rural South Africa. In the Valley of a Thousand Hills, Indigo Skate Camp is home to the village’s very first generation of skaters who are growing up with a different outlook on life from their elders by using the language of skateboarding to experience what lies on the other side of the hill.

Vase
— Jacob Harris, UK.
The Isle Skateboards team video 'Vase' - shot and edited by Jacob Harris

VTV
— Marcello Gouvea, BR.
Após o sucesso do vídeo DSAL ( Dorme Sujo Acorda Limpo), a Família No Name lança o VTV (Vai Trabalhar Vagabundo).